sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Detalhes de Época: Os Sedans de 6 Lugares

Os antigos carros de passeio traziam bancos inteiriços na parte frontal do veículo, com isso possibilitava a presença de 6 tripulantes. Tudo isto era possível pois o câmbio não era no chão, mas sim na direção. Esta tedência durou até a época dos anos 80 aonde um ícone do estilo parou de ser produzido: o Ford Galaxie. Vale ressaltar que os bancos inteiriços eram fatores de riscos em acidentes laterais, já que todo o peso do assento era jogado contra as portas fazendo com que elas estouracem. Problema que não acontece em automóveis com os bancos separados.

Bancos de um Opala Comodoro:
Retirado de: http://img129.imageshack.us/img129/733/img1279ie8.jpg

Bancos de um Landau:
Retirado de: http://1.bp.blogspot.com/_irVSPiLJ14c/SCiXsmDY-jI/AAAAAAAAA3g/rNPnEcVfxss/s400/Fotos%2BLandau%2Binterior.jpg

Comercial mostrando o Opala com 6 pessoas:


Vídeo de um crash test feito com veículos da GM na década de 60. Indetifiquei alguns Impalas, notem como os carros com bancos inteiriços jogam todo o peso contra as portas e consequentemente abrindo-as.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Veraneio e a Ditadura

Alguns carros ficam na lembrança pelos bons momentos vividos, pelas inovações, ousadia ou pelas características de época, entretanto outros são lembrados de maneira negativa, neste caso encaixa-se a Chevrolet Veraneio. A grandalhona foi largamente usada pela polícia na época da ditadura militar e causava temores quando aproximava-se. Hoje estava aqui em Porto Alegre caminhando pela Avenida Ipiranga e encontrei um exemplar no estacionamento da Polícia Civil. Acabei tirando apenas uma foto do monstrengo preto (que o deixa com ares ainda mais malévolos) pelo visto está largada por aí, deve ter sido uma das que sobraram do auge do período de repreensão. Para quem quiser ver outra interessante referência do veículo que escute a música Veraneio Vascaína do Aborto Elétrico, vou transcrever a letra abaixo.

Veraneio Vascaína (Aborto Elétrico)


Composição: Renato Russo (não oficial)

Cuidado pessoal, aí vem vindo a veraneio
Toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho
Com números do lado
Dentro, dois ou três tarados
Assassinos armados, uniformizados
Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina

Porque pobre quando nasce com instinto assassino
Já sabe o que vai ser quando crescer desde menino
Ou ladrão pra matar, marginal pra roubar
Papai eu quero ser policial quando eu crescer

Cuidado pessoal, aí vem vindo a veraneio
Toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho
Com números do lado
Dentro, dois ou três tarados
Assassinos armados, uniformizados
Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina

Se eles vêm, como ensino
É melhor sair da frente
Tanto faz, ninguém se importa se você é inocente
Com uma arma na mão
Boto fogo no país
Não vai ter problema, eu sei
Vou estar do lado da lei

Cuidado pessoal, aí vem vindo a veraneio
Toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho
Com números do lado dentro, dois ou três tarados
Assassinos armados, uniformizados
Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina
Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina
Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina

Retirado de: http://letras.terra.com.br/renato-russo/1092683/

Referência:

Chevrolet Veraneio. Disponível em: http://quatrorodas.abril.com.br/classicos/brasileiros/conteudo_143487.shtml


Detalhes de Época: Bananinhas do Fusca

Com este post inauguro uma nova repartição aqui no blog: Detalhes de Época. Tal divisão é para abordar pequenos detalhes técnicos e estéticos que os carros clássicos tinham.
***
Antigamente o querido fusca (Volkswagen Sedan na época) tinha uma maneira inusitada de fazer as sinalizações de conversão. Equipado com uma espécie de seta que saia das laterais do veículo. O instrumento no Brasil era chamado de banana ou banananinha, deve-se frisar que este era muito frágil e dificilmente você encontrará um funcionando regularmente am algum besouro dos anos 50. Os modelos até o início de 1961 tinham o acessório e suas lanternas traseiras eram simples faróis de freio (não havia o indicador de ré).


Foto da bananinha retirada de :http://paixaoporfusca.blogspot.com/2008/07/as-famosas-bananinhas-dos-fuscas.html

A traseira do Fusca dos anos 50 só tinha a luz de freio.

Foto do Fusca 55 retirado de: http://radicalvolks.blogspot.com/2009/03/fusca-1955.html

Referência:

História. Disponível em: http://www.fuscaclube.com.br/historia.htm

domingo, 22 de agosto de 2010

Um Fusca para a Rainha das Piscinas

O famoso concurso de beleza gaúcho em 1972 iria presentear a Rainha das Piscinas com um belo Fusca.

Retirado do Jornal Correio do Povo de 03/12/1972, p.25.

sábado, 21 de agosto de 2010

Tiro Para Esconder a Brasília

Em um furo de reportagem a Revista Quatro Rodas quase se deu mal. Quando estavam na Estrada Velha de Santos no dia 3 de maio de 1973. Os repórteres estavam andando por ela quando viram um comboio formado por vários carros da Volkswagen, ali estavam duas Brasílias (já não tinha mais o nome de Mini-Variant). Ultrapassando os veículos chegaram aos protótipos e tiraram fotografias, neste instante duas Variants foram em seu encalço até fazerem parar. Nisto foram abordados pelos seguranças da empresa e um deu um tiro no pára-choque do Fuscão do pessoal da revista. Uma grande confusão começou e foi parar na delegacia, após tudo isso as imagens foram mantidas e publicadas na edição de maio.

Ao final podemos notar uma perseguição muito interessante, já que as Brasílias ainda não tinham sido lançadas e o Fuscão foi mais rápido que as pesadas Variants da segurança. Praticamente um roteiro de época.

Destaque feito na capa da edição:









Retirado da Revista Quatro Rodas de Maio de 1973, p.1,44-48.

Propaganda SP2

Bela imagem publicitária mostrando a traseira deste pequeno esportivo que marcou os anos 70.

Revista QuatroRodas de Maio de 1973, p.28.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Aí Vem o Fuscão!

O Fusca "econômico" de época era o de 1300 cc, já o chamado Fuscão aqui da propaganda tinha o motor de 1500 cc e modificações nos eixos e pneus.

Retirado do Jornal Correio do Povo de 21/12/1971, p.15.

Referência:

Propaganda de carro antigo: Fusca ou Fuscão?. Disponível em: http://www.noticiasautomotivas.com.br/propaganda-de-carro-antigo-fusca-ou-fuscao/

Brasília, a Mini Variant

A Revista Quatro Rodas na edição de março de 1972 apresentou com exclusividade imagens da chamada "Mini-Variant". Este veículo que futuramente teria o nome de Brasília faria muito sucess no Brasil. A idéia do automóvel era um opção compacta para os clientes Volkswagen a ponto de ser menor que um Fusca (17 cm a menos de largura). Todavia o modelo fotografado ainda era um versão diminuta da Variant, tanto que tinha os faróis dela. Vejamos a capa e algumas imagens da reportagem:




Retirado da Revista Quatro Rodas Março de 1972, p.1, 34-35.

Faça o Seu Fusca Voar!

A oficina Envenecar fazia modificações mecânicas no Fusca tornando-o em 1600, 1700, 1800 e até 1900 cc. Será que voava mesmo?

Retirado da Revista Quatro Rodas de Agosto de 1971, p.2.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Ter Cortesia em 1960

Primeiramente devo apontar a maravilhosa idéia da Revista 4 Rodas em disponiblizar todo o seu acervo no formato on-line. Com isso temos acesso a preciosidades publicadas como a que vou apresentar. Em uma matéria intitulada "Cortesia em Sete Dias" (primeira edição da revista) foram abordadas algumas condutas erradas de motoristas no trânsito. A matéria é ilustrada com um antológico Volkswagen Sedan (que futuramente receberia o nome de Fusca pela população) e uma Kombi, os diálogos são muito bons e para nossos tempos chegam a ser cômicos.




Retiradas da Revista 4 Rodas de 08/1960, p. 63-64. Disponível em: http://quatrorodas.abril.com.br/acervodigital/

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Mustang Grande

Há meses atrás encontrei um Mustang perto da Avenida Independência em Porto Alegre. Não pensei duas vezes e fui com o meu celular fotografá-lo, chegando em casa fui pesquisar qual era o modelo já que não conhecia nada da linha. Quando procurei eu não achei nada sobre o referido carro, ele parecia muito com o Mustang Mach 1 mas a "coluna c" na sua traseira era estranha. Perguntei para vários conhecidos se conseguiam identificar que modelo poderia ser ele (já que em sua lataria só aparecia o nome "Mustang"). O tempo passou e nunca achava a resposta. Só que no encontro Hot Rod Porto Alegre do dia 01/08/2010 eu encontrei o carro com seu dono, somente assim o problema foi solucionado, era um Mustang Grande de 1971 (a pronúncia é algo como grandé).

Pesquisando melhor eu achei dados sobre o modelo, ele foi lançado em 1969 junto com o famigerado Mach 1. Na verdade o Grande era uma versão de luxo e o One uma totalmente esportiva concebidas aos moldes de época. Talvez o nosso automóvel fotografado viveu sempre sob a sombra de ser apenas o mais requintado e seu irmão ser o agressivo já que falamos de uma linha que foi concebida para este fim.





Comparação da traseira dos dois.


Traseira do Mach 1 tem o vidro seguindo a coluna c.

Foto tirada de: http://www.allfordmustangs.com/photopost/data/3234/mustang_garage_010.jpg


Referência:

1969 Ford Mustang Grande & Mach 1. Disponível em: http://auto.howstuffworks.com/1969-ford-mustang-grande-mach-1.htm

Propaganda de Rádio

Neste anúncio podemos notar o início da época dos rádios com toca fitas dentro do carro.


Jornal Correio do Povo de 12/12/1971, p.3.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Teixeirinha e o Landau

Outro filme de Teixeirinha (Filha de Iemanjá - 1981), aqui o astro dirigi um Landau rebocando uma lancha. Ele está indo para a praia de Torres/RS e aparece o veículo andando sobre a areia.

Referências:

Filmografia. Disponível em: http://www.teixeirinha.com.br/filmografia.asp

Ford Galaxie. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ford_Galaxie

Propaganda da Linha 73 Volkswagen

Na imagem podemos ver (da esquerda para a direita) o Fusca, a Variant e a TL.

Jornal Correio do Povo de 06/12/1972, p.9.

De Graça em Todo o Opala

Propaganda da Chevrolet de 1972 apresentando os ítens que vinham conforme o modelo de Opala. Lembrando que o Especial é a versão simples do veículo e a Luxo a completa.

Jornal Correio do Povo de 01/12/1972, p.9.

sábado, 14 de agosto de 2010

Propaganda Revenda Ford

Publicidade feita de desenhos da revenda Ribeiro Jung de Porto Alegre onde aponta que o grande número de automóveis na cidade é consequencia das vendas da empresa.

Jornal Correio do povo de 03/12/1972, p.56.

Reserve o Seu Maverick Hoje...

... para não se arrepender amanhã!

Realmente o Maverick virou uma outra jóia de colecionador nos tempos atuais. Nesta propaganda da antiga Mesbla aparace o plano de compras do Ford via consórcio. Sempre apontar estas antigas publicidades onde o veículo era desenhado.


Jornal Correio do Povo de 03/12/1972, p.53.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Desatolando um Opala

Outro trecho do filme Motorista Sem Limites (1969) de Teixeirinha onde nossos ladrões atolam seu Opala.



Retirado de:

http://www.youtube.com/watch?v=z6auGvggBU4

Assaltantes de Banco Fogem em um Opala

Pelo visto o músico teixeirinha adorava veículos automotores. No seguinte trecho retirado do filme Motorista Sem Limite (1969) é noticiado o roubo de um banco, o caminhão (que é um F600) não tem rádio e os dois tem que escutar o fato através de um clássico radinho de pilhas. Ali é comentado que o grupo foge em um sensacional e recém lançado Opala com teto de vinyl. Selecionei duas cenas mas o resto do filme está disponível no You Tube. O material é bem interessante e para quem gosta de carros antigos vale a pena conferir.



Imagens retiradas de:

http://www.youtube.com/watch?v=EXSJVObbrEQ

http://www.youtube.com/watch?v=z6auGvggBU4

Um Karmann-Ghia de Prêmio para o Capitão

Em plena sexta feira 13 venho falar sobre um belo caso de sorte acontecido há quase 30 anos atrás. O Capitão Olavo Ferreira Pires (Brigada Militar) em 1971 ganhou um esportivo brasileiro que após décadas tranaformaria-se em uma peça rara: Karmann-Ghia TC de cor verde iguaçu. Conforme aponta a notícia, o veículo era uma promoção da revenda Volkswagen Panambra de Porto Alegre, cuja disputa contou com a participação de todos os clientes da empresa. Interessante ver que o fato é noticiado pelo Correio do Povo e não aparece como uma simples propaganda. Notem que a foto da esquerda é do momento do recebimento de toda a documentação do veículo.

O Karmann-Ghia TC foi uma espécie de substituto do veículo original produzido em escala mundial, este novo modelo era um projeto brasileiro feito para tentar dar um novo ânimo na linha esportiva da Volkswagen. Durou pouco tempo (1970-1976) e apresentou um crônico problema de ferrugem já que sua lataria tinha problemas de infiltração, fazendo com que diversos TC's fossem destruídos com os anos. Achar na atualidade um desses com condições mínimas de rodagem é tarefa difícil, com isso fico com uma imensa curiosidade: que fim deu o veículo do Capitão?

Jornal Correio do Povo de 05/12/1971, p.41.

Referência:

Karmann-Ghia TC. Disponível em: http://quatrorodas.abril.com.br/classicos/brasileiros/conteudo_140432.shtml

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Teixeirinha e o Galaxie LTD

Novamente apresento um post que envolve o músico Teixeirinha. Desta vez é abordando a capa do disco "O Rei" lançado em 1969. Incrível como a imagem enfatiza o Galaxie LTD, chegando a dar a impressão de ser uma propaganda da Ford. Realmente devemos apontar que a toda esta antiga linha era considerada a mais luxuosa produzida na época e que seu público alvo fosse de alto poder aquisitivo. O modelo reatratado era lançamento, já que o automóvel surge no Brasil em 1967 como Galaxie 500 e em 1969 é lançado o Galaxie LTD.

Referências:

Ford Galaxie. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ford_Galaxie

Discografia. Disponível em: http://www.teixeirinha.com.br/discografia.asp?start=16#

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Propaganda da Variant

Propaganda retirada de jornal mostrando a Variant como sendo o "adeus aos seus emocionantes e saudáveis fins de semana em casa, fumando, bebendo e vendo TV."

Retirado do Jornal Correio do Povo de 07/12/1972, p.7.

Propaganda da Atlantic

Retirado de um jornal Correio do Povo aqui de Porto Alegre (1940). A imagem dá dicas para o proprietário usar melhor o seu carro em termos de combustível e manutenção. Ao meu ver o automóvel que aparece desenhado seria um Ford Fordor por causa do estilo das janelas. Para uma melhor visualização click em cima da figura.

Jornal Correio do Povo de 10/11/1940.

Como era um Ford Fordor (Modelo Delux de 1941):



Imagem original retirada de http://www.oldcarandtruckpictures.com/hantscountycarshows/windsor2007/1941_Ford_Delux-a.jpg


domingo, 1 de agosto de 2010

Teixeirinha e o Opala

Neste trecho aparece o cantor Teixeirinha ao lado de um belo Opala. Não sei dizer se é um clipe ou trecho de algum filme dele, mas vale a pena pelo enfoque que dão para os dois, demonstrando o requinte que o antigo Chevrolet passava. ´



Vídeo original está em: http://www.youtube.com/watch?v=iwjlFicSHA4

Chevrolet El Camino

Hoje estava voltando do Encontro Hot Rod aqui de Porto Alegre quando deparo-me com um exemplar que nunca tinha visto de perto: Chevrolet El Camino. Este modelo surgiu em 1959 em resposta da entrada do chamado Ford Ranchero. Ambos automóveis eram pick-ups construídas sobre o chassi de sedans, fazendo com que tivessem a aparência mais luxuosa e até mesmo esportiva em comparação aos seus antepassados de estilo. Olhando para tal experiência muitos pensam que é uma "xunagem" em cima do famigerado Chevrolet Impala, entretanto o veículo original tem mesmo esta aparência de simples eliminação da seção traseira. A seguir posto as imagens do Camino que encontrei comparadas com um Impala.




Um Impala de época para comparar:

Foto do Impala tirada de http://s1.hubimg.com/u/633996_f520.jpg

Falando com um senhor eu soube que o carro pertence a uma empresa especializada em veículos antigos e está a venda, para saber mais acesse o site deles: http://www.auxiliarantigos.com.br/

Referência:

Uma estrada para poucos. Disponível em: http://www2.uol.com.br/bestcars/cpassado3/chevrolet-el-camino-1.htm